fbpx

Política

Início Política Página 2

As curiosidades sobre o Instituto que registrou pesquisa eleitoral para cargos de prefeito e vereador em Coelho Neto

A empresa teresinense, instituto Jales de Pesquisa LTDA, é a responsável pelo registro da pesquisa eleitoral inscrita sob o número MA-04828/2020 no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A prospecção visa apontar números quantitativos para os cargos de prefeito e vereador em Coelho Neto. Márcia Beatriz Lustosa Queiroz Jales de Carvalho e o estatístico Paulo Rubens Oliveira Jales de Carvalho são os proprietários do instituto.

Em 2018, um dos proprietários do Instituto Jales de Pesquisa o estatístico Paulo Jales, era gestor na Administração do Conselho Regional da 7ª Região. Neste mesmo ano, o Conselho Federal de Estatística com sede no Rio de janeiro emitiu uma portaria dispondo a constituição de uma comissão processante para apurar irregularidades cometida pelo estatístico Paulo Jales na gestão do conselho.

Portaria que instaurou uma comissão de apuração de irregularidades na administração do Conselho Regional da 7ª Região.

CURIOSIDADES

A primeira curiosidade, é motivada pelo fato que a pesquisa foi contratada pelo próprio instituto ao custo de um décimo do valor médio cobrado por outras empresas pesquisadoras da região. Em virtude disso, não foi exigido pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) a emissão da nota fiscal do serviço em nome do contratante.

A segunda curiosidade, é que a pesquisa levou apenas 03 dias para percorrer 16 bairros da zona urbana, e pasmem, 09 povoados da zona rural de Coelho Neto a um custo de apenas R$ 1.500,00.

Veja a baixo o questionário que foi aplicado na pesquisa e registrado junto ao TSE.

Outra curiosidade e essa prestes a ser revelada, é saber qual dos pré-candidatos apresentará tal pesquisa. Oriunda de um Instituto localizado na zona leste de Teresina cujo o estatístico e proprietário já sofreu processo para apurar irregularidades cometidas por ele quando esteve a frente do órgão que esse representava na região.

Vamos aguardar!

Doutor Sampaio recebe convite da terceira via e poderá compor uma nova frente de oposição

0

Os pré-candidatos a prefeito Albino Klaubert, Dr. Ricardo Chaves (Cidadania) e Antonio Pires (PCdoB), fizeram um convite ao Doutor Sampaio para que ele incorpore-se ao projeto político que pretende criar uma nova frente de oposição em Coelho Neto.

A novidade chega como um incremento para o cenário político coelhonetense, partindo do pressuposto que esse deve ser composto na sua grande maioria por nomes leves e novos. Oferecer bons nomes aos eleitores é a opção mais coerente para quebrar o clico de repetição de grupos políticos no comando do poder público de nossa cidade.

Quando o encontro for realizado, e Doutor Sampaio aderir de fato ao movimento, um sinal de alerta para a polarização de grupos tende a soar, ouvido principalmente por aqueles que buscam reconhecimento e um futuro novo para Coelho Neto.

Soliney Silva já foi testado duas vezes, deixou obras inacabadas, teve suas contas rejeitadas, se encheu de processos de improbidade e teve seu nome atrelado à prática de desvios de recursos públicos. Mas antes de jogar seu legado fora, Soliney viveu exatamente o que está acontecendo hoje e foi eleito com 13 mil votos. A criação de um movimento que uniu novos nomes numa frente de oposição em um cenário nos mesmos moldes do de agora: um prefeito com baixa aprovação popular (MAGNO BACELAR) e um grupo que tentava se repetir no poder (MÁRCIA BACELAR).

Com a adesão de mais um nome nessa nova frente de oposição, fica subentendido que esse movimento tem tendências de crescimento descomplicado. Vamos aguardar!

Plano B: Filho de Soliney garante filiação em partido e teatro de 2008 é montado mais uma vez

0
bruno-silva

Definitivamente a candidatura de Soliney Silva (MDB) já dá indicações evidentes que será a mais frágil. Em 2018, o ex-prefeito teve que disputar a campanha para Deputado Estadual utilizando o sub judice relativo a processo que ainda será analisado pelo juiz responsável pelo caso. A estratégia começa com um blefe de manter seu nome no cenário para no último minuto trocar o candidato, que nesse caso poderá ser seu filho. Uma estratégia usada em 2008 com seu vice-prefeito, Sergio Guanabara.

A investigação, pela Procuradoria Regional da República – PGR, por desfio de recursos públicos, desaprovação de algumas contas de gestão e a recente desaprovação da prestação de contas de sua última disputa como Deputado Estadual, coloca o ex-prefeito Soliney como o único que pode morrer na praia ainda na pré-campanha. Soliney só é mais esperto do que a também inelegível e ex-prefeita Márcia Bacelar, se valendo das brechas na justiça para temporariamente se manter apto nas disputas eleitorais.

Quem não lembra do episódio da troca de vice-prefeito em 2008, no último minuto possível da campanha, Guanabara que na época também era inelegível foi trocado pelo filho, Sergio Guanabara. Como um ator digno de Oscar, o inelegível subia em palanque, vibrava, discursava e fazia visitas aos eleitores com anúncios de pompa: nosso vice-prefeito é o Guanabara.

Para quem inaugurou no fim de seu primeiro mandato 05 baldrames de creches, pelo menos 04 escolas e 04 UBS (unidade básicas de saúde) e mesmo depois de reeleito não ter completado 10% dessas obras, começar 2020 jogando a velha tática da ilusão já aponta o lado teatral das campanhas de 2020.

O nome leve e aprazível que pode unir a oposição: Doutor Sampaio

0
doutor-sampaio

Muito tem se falado sobre a baixa possibilidade de união das frentes oposicionistas da política coelhonetense. Óbvio que isso não ocorrera de forma integral, mas que vai ocorrer vai. No universo político, quando uma liderança quer reunir grupos essa deve elencar pelo menos quatro características básicas.

Para Doutor Sampaio, o ato de cumprir com uma palavra dada ou estar pronto não somente para ouvir, mas também aceitar a opinião do outro é algo natural da sua personalidade profissional e pessoal.

A primeira: entender que é preciso unificar o caminho.

interesses mútuos espalhados, geram bastante conflitos e arrependimentos. Se uma liderança pensa num projeto para ela, repetidamente essa vai usufruir dos grupos que lhe dão suporte somente até o dia 04 de outubro. Alinhar interesses é só um dos pontos fortes do médico, que entende que há um caminho que deve ser pavimentado e unificado com base no interesse de todos.

A segunda: humildade para ouvir e aceitar a opinião do outro.

Principalmente por ser médico, Doutor Sampaio tem característica difundida em sua personalidade: saber ouvir o próximo. Algo mais que importante na hora de alinhar os interesses do grupo, ninguém quer compor um grupo político onde a liderança não ouve e não aceita a opinião do grupo.

A terceira: nome leve e sem fama de enganar ninguém.

Se a gente fizer um apanhado de lideranças políticas que em algum momento abandonaram seus grupos ou que tem a má fama de enganar cabos eleitorais, não há quase ninguém para se confiar. Doutor Sampaio que é gestor de clínica, disputou vaga como Deputado Estadual do Maranhão obtendo a maioria dos votos aqui em nossa região, nunca enganou se quer um cabo eleitoral. Por conta disso, Sampaio tem nome leve, limpo e fama de bom pagador.

A quarta: representa um novo caminho.

Totalmente desvinculado da repetição de nomes, Doutor Sampaio atrai aqueles que estão cansados da recorrência dos mesmos políticos, não é possível renovar a política escolhendo figuras repetidas. Sem desdenhar do apoio de ninguém o médico segue seu caminho do zero, com o orgulho de não ter surgido ou insurgido de nenhum núcleo das tão conhecidas “raposas da política coelhonetense”.

Por todos esses aspectos, sem sombra de dúvidas Doutor Sampaio desponta como uma das lideranças com maior capacidade de passar a confiança que os representantes da oposição coelhonetense buscam na hora de compor grupos. Basta agora acontecer a concretização do nome de Doutor Sampaio como o mais novo pré-candidato a prefeito de Coelho Neto.

Fim das coligações para proporcional deve esvaziar partidos

0
urna eletrônica. Foto: Nelson Jr./ ASICS/TSE

O Congresso Nacional, mais uma vez, ao inovar nas regras eleitorais, escolhe, como laboratório de sua experiências, para não dizer cobaias, as eleições municipais. A começar pela vedação de coligações nas chapas proporcionais, o que forçará cada partido a, em suas próprias fileiras, atingir o coeficiente eleitoral.

Não resta dúvidas de que essa medida visa fortalecer as agremiações partidárias mais pujantes em detrimento das siglas de médio e pequeno portes. A alteração cuja finalidade é diminuir a quantidade exagerada de partidos políticos no cenário nacional. A tendência, com a permanência dessa regra, é que os candidatos escolham partidos com os quais se identifiquem do ponto de vista filosófico e programático, e não apenas por uma questão de pragmatismo eleitoral, ou seja, uma escolha guiada unicamente pela facilidade de obter ou não sucesso na disputa.

Em relação às chamadas ‘alianças brancas’, não terão sentido, porque, para as eleições proporcionais, os votos não se comunicam, de tal maneira que os votos obtidos pelo partido X não terão importância para eleger candidatos do partido Y.

Com cada um no seu quadrado, esforçando-se ao máximo para superar ou chegar o mais próximo possível do coeficiente, não se desprezam mais os votos de quem não atingiu o coeficiente, como ocorria no passado recente. Esses são muito importantes dentro do partido.

Eleitor vai identificar melhor o destino do voto

Nesse cenário conturbado da política brasileira, surgiu a Emenda Constitucional 97/2017, com um claro intento de acabar com esta famigerada prática, não mais permitindo que a votação expressiva de um candidato faça eleger outros do grupo de partidos que se uniram a ele somente para obter um melhor desempenho eleitoral graças a puxadores de votos.

O fim das coligações proporcionais é a maior mudança qualitativa recente do sistema eleitoral. Vai permitir, também, que o eleitor identifique melhor o destino de seu voto e evita as tradicionais uniões partidárias de ocasião. Criadas na década de 50, vedadas durante o período do regime militar e retomadas com o processo de redemocratização, as Coligações foram uma das responsáveis pela descaracterização dos partidos políticos, unindo em sopa de letrinhas visões políticas distintas. Se votava num comunista e podia-se eleger um democrata.

Janela partidária

Somente a partir de abril de 2020 é que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) deverá abrir uma janela para que vereadores no exercício do cargo possam trocar de partido sem perda do mandato. O período, denominado “janela partidária” é de 30 dias. A “janela partidária” é aberta apenas em ano eleitoral. No caso, em 2020, quando ocorrerão as eleições municipais para escolha de novo prefeito e novos vereadores.

A Reforma Eleitoral de 2015 (Lei nº 13.165/2015), no entanto, incorporou à legislação uma possibilidade para a desfiliação partidária injustificada no inciso III do artigo 22-A da Lei dos Partidos Políticos (Lei nº 9.096/1995). Segundo esse dispositivo, os detentores de mandato eletivo em cargos proporcionais podem trocar de legenda nos 30 dias anteriores ao último dia do prazo para a filiação partidária, que ocorre seis meses antes do pleito.

No entanto, a troca partidária não muda a distribuição do Fundo Partidário (art. 41-A, parágrafo único, da Lei nº 9.096) e do acesso gratuito ao tempo de rádio e televisão (art. 47, § 7º, da Lei nº 9.504/1997).

Esse cálculo é proporcional ao número de deputados federais de cada legenda. A única exceção a essa regra é para o caso de deputados que migrem para uma legenda recém-criada, dentro do prazo de 30 dias contados a partir do registro na Justiça Eleitoral, e nela permanecendo até a data da convenção partidária para as eleições subsequentes.

Em 2020, aquele que não tiver grupo na política estará fadado ao insucesso. Na outra ponta, ir para grupos onde o candidato majoritário possui imagem desgastada, baixa confiança política e rejeição considerável, será participar do lado mais fraco de votos. Por fim, o segredo estará na renovação dos critérios para escolher o grupo político ideal para compor as candidaturas.

Fonte: texto com adaptação, portal correio.

Bela Fernandes completa mais uma ano de doações de cestas básicas

0
bela-fernandes

Bela Fernandes completa mais um ano de doações de cestas básicas em Guarabira, este ano parte dos alimentos vieram das doações arrecadadas em seu aniversário no dia 26 de dezembro. Ao lado da família, Bela liderou todos na distribuição dos alimentos e saquinhos com bombons para as crianças no Bairro Esplanada na rua da manteiga.

A Bacharel em Contabilidade cumpriu mais um ano de trabalho social. Bela Fernandes sabe que este trabalho social que faz chega para amenizar de forma temporária a situação da população mais carente de Guarabira. “É preciso encontrar algo maior para melhorar vida da nossa população carente. Tenho ideias sobre eles produzirem algo dentro dos moldes da economia compartilhada, onde todos produzem a mesma coisa para vender no mercado local. Melhorar a renda dessas pessoas, com certeza, vai produzir mudanças mais duradouras”, disse Bela Fernandes.

Candidato em 2020: Esqueça tudo que sabe sobre campanhas eleitorais passadas

Seja para candidatura de vereador ou prefeito, esqueça tudo que sabe sobre campanhas eleitorais passadas. Diante de um novo contexto social e político instaurado para essa campanha 2020, insistir na repetição de métodos passados será algo facilmente ultrapassado por estratégias mais adequadas para o que estar por vir.

Uma campanha eleitoral vitoriosa depende de vários fatores. Do histórico, ideologia e propostas do candidato(a), à chapa, coligação e partido escolhido. Se recortamos as últimas duas campanhas municipais do país, podemos observar que novas variáveis foram agregadas a cada ano examinado. E isso, mudou completamente o modo de condução de cada campanhas.

Para este ano, a quantidade de novas variáveis chega a assustar, vejam abaixo:

  • A permissão para o uso de redes sociais
  • O fim financiamento eleitoral corporativo
  • A permissão para impulsionamento de conteúdos
  • A possibilidade de arrecadação de doações (pessoas físicas) pela internet
  • A definição do período da pré-campanha
  • O fim das coligações proporcionais
  • Às ondas de “fake news” as vésperas do dia da votação.

Se prender ao velho modelo de campanha é algo fadado ao fracasso, típico de candidatos que ainda não conseguiram compreender bem esse novo cenário já estabelecido para 2020. O foco na repetição de mensagens apenas no período eleitoral, basear-se somente na comunicação tradicional e naquele grande volume de recursos destinados a cabos eleitorais não será a estratégia adequado para esse novo contexto.

É preciso entender que o momento é outro. A cabeça do eleitor mudou, quer mais objetividade, menos pirotecnia. A comunicação mudou, precisa ser mais rápida, mais transparente. Os canais da comunicação com o eleitor mudaram, exigindo adequação de conteúdos para cada um deles.

Será impraticável, por exemplo, pensar que uma propaganda feita para a TV cause um impacto positivo em um eleitor que está no YouTube, no Facebook, no Instagram ou no WhatsApp, que demandam uma formatação diferente. O eleitor que está na frente da televisão é o mesmo que está na frente do celular, mas a expectativa dele a respeito do que vai encontrar é diferente em cada canal.

Comece a pensar em uma campanha como um grande campeonato, sabendo que haverá uma data final para ele entenda o quanto antes como agir diante desse novo cenário. Esteja preparado para esta disputa adquirindo conhecimento suficiente para saber planejar sua estratégia com antecedência, forme sua base de apoiadores, tenha bons parceiros e fique o quanto antes em condições de lidar com as situações adversas dessa eleição em 2020.


Doutor Sampaio diz: 2020 será um ano de muitas renovações e mudanças boas

0
doutor-sampaio

O médico cirurgião, Doutor Sampaio, celebrou uma mensagem de boas festas usando suas redes sociais. O texto traz a tona uma expectativa de esperança por dias melhores para os coelhonetenses. Leia na íntegra

“A chegada de um novo ano pode nos trazer uma grande diversidade de sentimentos. Aos que tiveram um bom ano, o otimismo pode ganhar mais força, com a expectativa de que o próximo continue no mesmo caminho. Já os que atravessaram muitas dificuldades, recebem uma nova chance de deixar os problemas no passado e renovar a esperança para um futuro mais agradável. Feliz ano novo e boas festas”, Doutor Sampaio.

Doutor Sampaio deixa mensagem de Natal para os coelhonetenses

0

O nascimento de Jesus Cristo deve ser comemorado, mas acima de tudo deve inspirar novas atitudes. O Natal é tempo de renovação, de recomeçar e de se tornar alguém melhor! Desejo um Feliz Natal a todos os Coelhonetenses.

Bela Fernandes: O nome mais promissor da política de renovação em Guarabira

0
bela-fernandes

Uma pesquisa de opinião pública realizada pela Advise, apontou Bela Fernades como uma entre os quatorze preteríveis para a vaga de vereador(a) de Guarabira. Representando muito bem as mulheres e os jovens guarabirenses, Bela desponta na política como uma oportunidade para que os eleitores renovem a Câmara Municipal.

Aparecer numa pesquisa de opinião do modo que Bela Fernandes apareceu indica algo bem corriqueiro em nosso país nos dias de hoje: o eleitor de Guarabira também quer renovação. Bela, não é filiada em nenhum partido político, não faz militância política como a maioria que foi apontada na pesquisa, e mesmo assim ela é apontada com consenso entre os eleitores.

O perfil de candidata de Bela Fernandes é agradável, seu nome é leve, tem serviço prestado na comunidade, é inteligente, jovem mulher batalhadora, tem personalidade própria e coerência política, coisa rara entre os políticos de hoje em dia. Atualmente, não há melhor nome para representar o resgate da fé na política guarabirense, se não o da jovem mulher Bela Fernandes.

Do jeito que vai, com Bela aparecendo em pesquisa espontânea sem nem mesmo atuar na política guarabirense, logo logo seu nome vai se tornando um dos mais promissores para renovar o legislativo de Guarabira. Pois, Bela Fernandes também representa uma escolha que traz esperança por uma política rejuvenescida, de ação e voltada para os anseios do povo.

Posts Populares

Meus Favoritos

Conheça a HUGGO STORE, a loja virtual que virou sucesso de...

As peças são únicas, ou seja, sem repetição de estampa e modelo. Embora o foco da loja virtual seja o público masculino, a exclusividade vista nas peças da HUGGO STORE tem agradado até o público feminino que já veste peças da loja.