A configuração da nossa cultura e tradição católica religiosa nasceu junto com a fundação da Paróquia de Sant’Ana, em 1861. Porém, foi em um período bem mais recente que ganhamos um complemento nos Festejos de SantAna: o entretenimento com shows de bandas musicais sempre realizados em local mais afastado da igreja matriz, no Corredor da Alegria.

Só é preciso ter pouco mais de 30 anos para saber que, a cultura do entretenimento com shows de bandas no corredor da alegria é algo bem contemporâneo. Todavia, esse tipo de cultura não existem sem o uso de dinheiro público. Neste ano (2019), a Prefeitura Municipal de Coelho Neto resolveu não aplicar dinheiro dos cofres públicos nessa demanda.

No entendimento do governo municipal, reaplicar o dinheiro economizado com a suspensão dos shows na área da saúde pública, vai produzir resultados mais duradouros para nossa população.

OPINIÕES DIVIDIDAS

Alguns empresários acharam a iniciativa prejudicial para a economia do município, mas reconheceram que redirecionar o dinheiro economizado para a saúde do município é responsável e valoroso. Para os empresários do setor de entretenimento, a decisão do poder público em não fazer shows no corredor, veio como oportunidade para realizar seus próprios eventos.

Boa parte da população, principalmente a mais jovem, aproveitaram os entretimentos realizados pela iniciativa privada. Nas redes sociais, houveram algumas manifestações pontuais de apoio e contrárias à suspensão dos shows no corredor, mas nada muito barulhento como de costume.

A TRADIÇÃO E CULTURA DE SEMPRE

procissao-de-santana-coelho-neto
Procissão de Sant’Ana – 2011

Assim como a um século e meio atrás, o que temos de mais tradicional e cultural no Festejos Religiosos de Sant’Ana foram devidamente mantidos como sempre. Durante os dez dias de festejos, tivemos nosso levantamento de mastro, leilões, missas diárias e por fim, a tradicional procissão de Sant’Ana pelas ruas de Coelho Neto.

Ao pé da igreja Matriz de Sant’Ana, o que nos é peculiar a fé e a tradição religiosa aconteceu como de costume — alheio a qualquer polêmica que tenta enfeiar a festa da nossa Padroeira.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui