O juiz da 19ª Zona Eleitoral, Dr. Francisco Soares Reis Júnior, acatou um pedido e  concedeu liminar a coligação “Timon do Povo Guerreiro” mandando suspender a publicação da pesquisa do instituto Data M, o mesmo instituto que registrou uma pesquisa do candidato e réu da Justiça Federal, Bruno Silva.

Em 2014, a Justiça Eleitoral condenou o Instituto Data M e a Rádio Capital a pagarem multa de R$ 53.205,00 por irregularidades na pesquisa eleitoral registrada sob o protocolo nº MA-0004/2014.

O Instituto DATA M já foi condenado pela justiça por práticas irregulares em suas pesquisas. No sábado passado (10), o Juiz eleitoral Dr. Francisco Soares Reis Júnior da cidade de Timon impugnou uma pesquisa registrada por esse instituto.

A coligação de Bruno Silva (PP) anda muito preocupada em manter-se com números atrativos, acontece que todos já sabiam que haveria um movimento natural de queda do candidato pepista logo que os demais candidatos se movimentassem.

Carreata Bruno Silva

A única força que mantém próximo os apoiadores de Bruno Silva é sua suposta possibilidade de vitória. Mas para isso, é preciso índices colossais, muitas promessas e institutos com históricos de condenações e impugnações de pesquisas na justiça.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui