O último balanço divulgado pelo Ministério da Saúde nesta quinta-feira, 2, mostra que o Brasil tem 7.910 casos confirmados decoronavírus (causador da covid-19). Assim como nos últimos dois boletins, o número de infectados subiu mais de mil em apenas 24 horas. No total, foram 1.064 a mais em relação ao dia anterior.

O número de mortes confirmadas cresceu 58 em um dia e somam 299. A maior parte dos óbitos (90%) é de pessoas com mais de 60 anos. A taxa de letalidade subiu de 3,5% para 3,8%.

“Estamos aumentando e automatizando os testes. Isso gera uma capacidade maior de resultados. Nós vamos pegar tudo o que está parado. Vamos chegar em um teste quase em tempo real”, disse o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, nesta quarta, explicando o aumento de mais de mil casos confirmados nos últimos três dias.

Bolsonaro deu uma entrevista à rádio Jovem Pan e sugeriu “que numa canetada” vai autorizar o retorno às atividades dos comerciantes, que, segundo o presidente, “levaram uma paulada no meio da testa com as medidas tomadas por alguns governadores e prefeitos”. Medidas que vão contra todas as orientações de órgãos de saúde

A prefeitura de Coelho Neto estendeu a suspensão das aulas nas instituições públicas e privadas do município para dia 03 de Abril (sexta-feira). O isolamento social adotado pela prefeitura municipal tem mantido zerado até agora o números de caso de pessoas infectadas com coronavírus em Coelho Neto.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui