O empreendedorismo não é uma característica exclusiva de algumas pessoas. Não se nasce empreendedor, mas torna-se um. É perfeitamente possível aprender técnicas que permitam a qualquer ser humano trilhar o caminho do empreendedorismo, e foi isso que aconteceu com Ana Amélia de apenas 6 anos.

A pequena estudante da escola Dom Bosco de Teresina, resolveu empreender para conseguir comprar e pagar pelo próprio presente de Natal. Ana Amélia, faz pulseiras de miçangas coloridas e utiliza muita criatividade para desenhar peças exclusivas. Com ajuda da mãe, Alexandra Silva, a pequena empreendedora desenvolveu uma logo marca e um vídeo promocional simples, que ela usa para impulsionar suas vendas através das redes sociais.

Em apenas dois dias, Ana chegou a faturar R$ 50,00 com a venda das suas criações, mesmo tendo apenas seis anos de idade.

Assista abaixo.

Vídeo Promocional – Ana Amélia

Pequena, cheia de determinação e criatividade, Ana é mais uma das crianças estimuladas pelo aumento da disposição de informações que sua geração contempla nos dias atuais. Quando falamos do estímulo ao empreendedorismo, também se faz fundamental que família e escola atuem de forma cooperativa nesta missão, até porque nem todas as escolas estão preparadas para trazer a tona esse tema e desenvolvê-lo com eficiência, dentre as suas atividades educacionais.

Vou apoiar Ana com todas as forças, para que ela consiga realizar o seu objetivo e a sua escolha de pagar pelo seu presente.

Alexandra, mãe da pequena empreendedora

O perfil empreendedor de Ana Amélia vem como o reconhecimento da importância de se ter atitude, mesmo quando criança. É através do apoio da família e da escola, que vemos o despertar de jovens mais conscientes da sua capacidade empreendedora, de tomar decisões tendo uma visão global dos negócios, e de assumirem a liderança no futuro, em suas profissões.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui